Beneficíos da Castração e Esterilização

Beneficíos da Castração e Esterilização

Beneficíos da Castração e Esterilização

A castração ainda é pouco compreendida por alguns proprietários que muitas vezes confessam ter pena de castrar seus animais de estimação, porém ela só apresenta vantagens e é indicada pela maioria dos Médicos Veterinários não só no Brasil mas em todo o mundo.

Convém lembrar que acima de tudo a castração é a maior prova de amor que você pode dar ao bichinho que você escolheu para ser seu companheiro por longos e adoráveis anos.

Fêmeas são esterilizadas e machos são castrados. Esterilizar e castrar tira do animal a capacidade de se reproduzir. Esterilizar significa a remoção cirúrgica do útero e dos ovários. Castrar significa a remoção cirúrgica dos testículos. Ambas operações, feitas sob anestesia geral são seguras, rotineiras e relativamente indolores. Normalmente um(a) gato(a) está recuperado(a) depois de um dia da cirurgia.

A castração realizada antes da puberdade oferece muitos benefícios aos animais e proprietários:

* Ela evita a procriação indiscriminada que acaba acarretando no aumento de animais abandonados e que muitas vezes são largados a própria sorte e acabam passando o resto da vida em um abrigo ou pior ainda morrendo nas ruas de forma cruél e desumana. Lembre-se que há mais animais de companhia nascendo do que há casas para eles. Por essa razão, mais de 10 milhões de cães e gatos nos EUA são eutanasiados todos os anos, em abrigos de animais, porque ninguém os quer. A grande maioria dos animais que são mortos, não estão idosos, machucados, doentes ou são anti-sociais. São jovens, bonitos, amigáveis e brincalhões. Alguns parecem ser gatos de raça. Castrar/esterilizar seu animalzinho de estimação pode colaborar para que esse número diminua. Lembre-se que Felinos se reproduzem de 3 em 3 meses e o caninos de 6 em 6 meses.

* Se realizada precocemente ela previne o aparecimento de tumores relacionados ao sistema reprodutor tanto nos machos quanto nas fêmeas:

1) NAS FÊMEAS: Ela evita a ocorrência de tumores de mama (gatas não castradas tem sete vezes mais chances de desenvolver este tipo de problema que as castradas), a incidência da Piometra (Complexo Hiperplasia Endometrial Cística) que é uma doença muitíssimo comum em fêmeas não castradas e que leva à morte quando não tratada a tempo, cai para 0% em gatas castradas antes da puberdade.

Lembre-se também que as fêmeas no cio urinam e defecam em lugares inapropriados e mancham carpetes e mobília. Além disso, elas atraem machos briguentos, barulhentos e incômodos. Esterilizá-las elimina este problema.

1) NAS MACHOS: Os machos castrados são menos propensos a sofrer de infecções ou doenças nas glândulas reprodutivas ou prostáticas, ou desenvolver problemas genito-urinários. Essas doenças podem levar a doenças nos rins, o problema mais comum em machos não castrados com mais de cinco anos de idade.

Lembre-se também que os machos não castrados fazem “spray”, um ato típico de urinar para marcar o território tanto dentro como fora de casa. Esse spray tem um odor inconfundível, de tão forte. Castrar os gatinhos ainda jovens, ajuda a eliminar este problema.

* É importante lembrar que os anticoncepcionais são os principais causadores do aparecimento de tumores e doenças como diabetes e infecção uterina. Ou seja, essa não é nem de perto a melhor solução.

* A castração elimina os hábitos indesejados relacionados ao desejo de acasalamento, tais como fugas constantes, demarcação do ambiente com jatos de urina, vocalização intensa e agressividade territorial. Tais comportamentos são comuns em animais adultos não castrados de ambos os sexos. Ou seja seu gato macho não terá mais interesse em sair de casa, evitando assim que ele seja vítima de atropelamentos, que se meta em brigas… isso aumenta a expectativa de vida e diminui os riscos de doenças. Lembre-se que gatos machos podem sentir o cheiro de uma fêmea no cio a grandes distâncias.

* Gatos castrados/esterilizados são menos propensos a brigar com outros gatos, se resguardando de muita dor e seus donos de altas contas veterinárias.

* O temperamento irá ficar muito melhor, você terá um adulto mais dócil, caseiro e com certeza mais amigo. O gatinho castrado precocemente permanece jovial e alegre, e sua sobrevida aumenta, ao lado dos cuidados com a vacinação, alimentação e manejo!

* Pra castrar o seu bichinho, procure um veterinário de confiança, a cirurgia pode ser feita a partir dos 2 meses de idade, sendo indicada a esterilização o mais rápido o possivel, já que nos filhotes tanto a cirurgia quanto a recuperação são mais tranquilas.

Castrar ou esterilizar, contrariamente às crenças populares, não faz do gato preguiçoso ou gordo. Além disso, o metabolismo dele muda após a castração/esterilização e o gato necessita de menor quantidade de comida. Você ainda economiza em rações.

Lembre-se, o custo, uma única vez na castração é mínimo se comparado aos custos de repetidos tratamentos veterinários, para animais machucados quando expostos a brigas ou mesmo por perambular nas ruas. Adicionalmente, pagar pelos cuidados necessários à mãe dos filhotes, incluindo parto por cesariana, se for necessário, mais alimentação, vermifugação e vacinação das ninhadas, pode resultar em contas veterinárias excessivas.

A criação profissional de animais é uma ciência que envolve anos de estudo das características desejadas da raça. Engana-se quem pensa que vai ganhar muito dinheiro com isso, pelo menos quando a mãe e os gatinhos são alimentados, vacinados, vermifugados, anunciados e vendidos da maneira correta. As despesas são grandes e as responsabilidades são maiores ainda.

(Texto montado por Mel Borges – Criadora e Web Designer, através de coletâneas e pesquisas feitas na internet.)